Credibilidade, transparência e segurança. Em um mercado onde empresas de alimentos fazem uso do Greenwashing para transmitir uma - falsa - imagem positiva, essas três palavras fazem toda a diferença na decisão de compra do consumidor. E é isso o que certificar a produção de café orgânico garante: a qualidade superior do seu produto.

A certificação gera enorme confiança no consumidor porque é concedida por órgãos independentes e reconhecidos que realizam auditorias nas propriedades para assegurar que as regras de produção orgânica estão sendo integralmente cumpridas. Certificar dá ao consumidor a certeza de que o meio ambiente, os direitos dos trabalhadores e a própria saúde estão sendo protegidos.

Quer entender melhor a importância de certificar a produção de café orgânico e descobrir como buscar a sua certificação? Então siga conosco no texto a seguir!

Qual o impacto ecológico do café orgânico?

Ao contrário da produção de café tradicional, o plantio de café orgânico é totalmente livre do uso de pesticidas, agrotóxicos, fertilizantes sintéticos e outras substâncias nocivas ao meio ambiente. Seguindo as regras da produção orgânica, tampouco desmata sem necessidade ou degrada o solo com manejo inadequado.

Ou seja: o café orgânico reduz o impacto ecológico e ainda ajuda a preservar a natureza. Veja porquê:

  • Emprega técnicas naturais que recuperam e enriquecem o solo com nutrientes;

  • Não utiliza fertilizantes químicos e/ou sintéticos;

  • Afasta as pragas com técnicas naturais que não poluem o ar, a água e as próprias plantas;

  • Incentiva as comunidades agrícolas a preservarem a biodiversidade local;

  • A produção é continuamente vistoriada por um órgão independente para assegurar o cumprimento de normas que preservam a natureza.

Por que certificar?

Certificar a produção de café orgânico assegura, para o mercado e os consumidores, que seu café é de alta qualidade. E vai além: dá a garantia de que o café foi produzido em total respeito às regras da produção orgânica e é, portanto, um produto que ajuda a preservar a natureza, os direitos dos pequenos trabalhadores e a saúde dos que vão ingeri-lo.

Em suma, aos olhos do consumidor, certificar a produção de café orgânico significa que seu café:

  • Está livre de fraudes;

  • Possui aroma e sabor acentuados;

  • É rico em nutrientes;

  • Não carrega na composição substâncias químicas;

  • Não foi criado com sementes transgênicas ou modificadas;

  • É um produto diferenciado no mercado, com origem e características garantidas;

  • Teve a produção monitorada, vistoriada e aprovada por um órgão idôneo e austero quanto ao cumprimento das normas de produção orgânica.

Como certificar?

Antes de certificar sua produção de orgânicos você deve cumprir uma série de etapas como analisar o mercado, decidir qual alimento irá produzir e traçar o PMO - Plano de Manejo Orgânico. Feito isso, é hora de entrar em contato com um órgão certificador independente e devidamente registrado no Ministério da Agricultura e Pecuária (MAPA) - como a Ecocert.

Com mais de 30 anos de história e reconhecida mundialmente, a Ecocert é especialista em oferecer soluções que promovem boas práticas ambientais e sociais em diversos meios de produção - incluindo o café orgânico.

Quer saber mais sobre como certificar sua produção? Baixe agora mesmo nosso passo a passo!

Retorne para as notícias