Ele ajuda a preservar o meio ambiente e a renovar o solo, é benéfico para a saúde das pessoas e também fortalece a economia, criando empregos e promovendo o trabalho de pequenas comunidades e agricultores. Já está presente em boa parte dos mercados espalhados pelo Brasil e conquista cada vez mais amantes - mas o que é café orgânico?

Cultivado e produzido de forma distinta à do café convencional, o café orgânico não é afetado por insumos químicos e tem sua alta qualidade assegurada pelo cuidado diferenciado com o solo, com a adubação, com o sistema de moagem e, principalmente, pela certificação independente que assegura tratar-se de um produto diferenciado.

Ficou curioso(a) para entender melhor o que é café orgânico, conhecer suas vantagens e saber para que serve a certificação? Siga conosco e descubra!

O que é café orgânico

O café orgânico assim é chamado porque sua produção segue uma série de exigências que resultam em um produto de qualidade natural, sem modificações genéticas e nenhuma presença de substâncias químicas na composição - o uso de agrotóxicos, pesticidas e fertilizantes artificiais durante o cultivo, por exemplo, é proibido.

Fertilizado com matéria orgânica e protegido contra pragas e doenças com técnicas naturais e produtos alternativos, o café orgânico é processado com moagem a seco ou úmida (opção que gera grãos gourmet de maior qualidade) e a torrefação é feita de modo a não permitir que o sabor seja afetado por gases, aromas, sais químicos e outras substâncias.

Quais as vantagens

O café orgânico apresenta inúmeras vantagens para agricultores, empresas, consumidores e o meio ambiente - conheça abaixo as principais:

  • O café orgânico oferece mais nutrientes que o café convencional e possui sabor e aroma acentuados;

  • É livre de substâncias tóxicas contidas nos fertilizantes e pesticidas: cobre, zinco, cádmio, crómio, etc.;

  • O solo e o meio ambiente são favorecidos pelo uso exclusivo de fertilizantes naturais (em especial matéria orgânica) e pela ausência de pesticidas;

  • A produção de café orgânico não utiliza sementes geneticamente modificadas/transgênicas;

  • É livre de corantes, aromatizantes, conservantes e outros aditivos;

  • Antes de ser vendido, tem sua qualidade cuidadosamente testada e certificada por um órgão idôneo.

Para que serve a certificação?

Quando um comerciante recebe um carregamento de café e o consumidor vai ao mercado para comprar um pacote, só há uma maneira deles terem certeza que o café em questão foi produzido de acordo com as regras da produção orgânica: por meio da certificação de produto orgânico.

Concedida por um órgão independente e registrado no Ministério da Agricultura, Pecuária e Abastecimento (MAPA), como é a Ecocert, a certificação de orgânicos tem reconhecimento internacional, valoriza o produto, posiciona a marca no mercado e conquista a confiança do consumidor.

*Quer saber mais sobre café orgânico? Acesse agora mesmo nossos conteúdos exclusivos:

→ Certificação de café: conheça as principais categorias e saiba como solicitar!

→ Plantação de café orgânico: 5 dicas de manejo que melhoram qualidade e produtividade!

→ Café orgânico e convencional: as diferenças e vantagens do café orgânico certificado!

→ Produção de café orgânico: saiba como certificar!

Retorne para as notícias